Página inicial / Brasil / Vale a pena conhecer o Refúgio Biológico em Itaipu Binacional?

Vale a pena conhecer o Refúgio Biológico em Itaipu Binacional?

Onças no Refúgio Biológico de Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu

Atualizado em setembro de 2017

Para construir uma hidrelétrica, é preciso represar um rio criar um grande lago. Com Itaipu Binacional não foi diferente.

A área alagada deixou submersa uma ampla área de floresta e mais de 8500 propriedades, só do lado brasileiro. Foram 170 quilômetros de terras inundadas entre as cidades de Guaíra e Foz do Iguaçu. Guaíra perdeu as Sete Quedas, que era a maior cachoeira do mundo. A população protestou, mas, claro que não adiantou. Jogue no Google “Sete Quedas de Guaíra” e veja a belezura que era. Com certeza, mesmo com a Mymba Kuera, muitos animais morreram afogados.

Para tentar amenizar o enorme estrago causado à natureza, Itaipu Binacional tem alguns programas ambientais. Um deles é o Refúgio Biológico Bela Vista, onde há plantio de árvores nativas e cuidado com animais.

Veja aqui como ir de transporte público a Itaipu.

IMG_8372

Vou relatar o como foi este passeio, mas já entrego: foi chato pra caramba. Mas, claro, que isso foi a NOSSA opinião.

O passeio é em uma carretinha aberta dos lados, super quente. A guia, que por sinal era ótima, vai de ré, de frente para galera, explicando tudo.

Guia do passeio ao Refúgio Biológico Bela Vista, em Itaipu Binacional (Foz do Iguaçu).

Passamos por uma área de piracema artificial. É que agora nem um peixe com super poderes conseguiria pular a barragem para procriar. Então, eles meio que enganam os peixinhos, preparando um lugarzinho para eles desovarem.

Passamos por um gramado com capivaras. Nada que quem já foi à Lagoa da Pampulha não tenha visto.

Capivaras tranquilas em Itaipu Binacional.

E, então, vamos entrando na mata. Lembro que a guia explicou que, no começo, plantaram árvores de um jeito, mas que aí deu tudo errado e tiveram que mudar esse jeito, mas eu estava com tanto calor, que nem dei muita bola. E olha que eu gosto de natureza.

Passamos pela cozinha, onde são preparadas as refeições dos animais e depois descemos da carretinha para começar a trilha na mata, agora com outro guia.

Bicho solto a gente só viu as capivaras do começo e um quati. Os outros, e nem são muitos assim, estavam em jaula. Algumas aves, jacarés, anta, cobra e duas onças. Paramos à beira do lago, mais algumas explicações. Mas, como o guia não era biólogo, não soube responder muitas perguntas do grupo, que eram sobre os animais. Como o passeio é guiado, o tempo é todo cronometrado. A galera gostou das onças, que são inclusive os garotos-propaganda do passeio, mas não dava para ficar muito tempo no seu recinto. E aquela imagem da onça vindo pertinho do vidro nem rolou. No calor que fazia, as duas estavam preguiçosinhas na beira do lago.

Animais nos recintos do Refúgio Biológico, em Itaipu Binacional. Animais nos recintos do Refúgio Biológico, em Itaipu Binacional. Cogumelos vistos na trilha do Refúgio Biológico, em Itaipu Binacional.

Sinceramente, não valeu a pena! Totalmente dispensável  para nós. Vá se você nunca foi a um zoológico na vida. Aliás, em Foz tem zoológico, em frente ao TTU. Não fui, então não posso opinar, mas mesmo que seja fraquinho, o custo-benefício deve ser melhor, pois ele é grátis e também tem onça (o Refúgio é R$ 22,00 – fevereiro de 2017).

E acho que nem se você for super-hiper-mega-blaster amante da natureza vai gostar, sabe por quê? Porque aí o que vai pensar é que nem mil refúgios biológicos compensam o enorme impacto ambiental da construção de uma hidrelétrica. Foi isso que eu ouvi lá, rs.

Minha humilde opinião, tá? Leia outras aqui. Agora, uma coisa é certa: eles são extremamente organizados e simpáticos.

Mais informações:
www.turismoitaipu.com.br
www.itaipu.gov.br

Leia também sobre os outros passeios em Itaipu Binacional:

Itaipu Binacional: o que fazer e um pouco da história

Como é o Circuito Especial de Itaipu Binacional

Como é a Visita Panorâmica à Usina Hidrelétrica de Itaipu

Ecomuseu de Itaipu: história da usina e da região binacional

Porto Kattamaram: passeio de barco pelo lago de Itaipu

Iluminação da Barragem de Itaipu: passeio noturno em Foz do Iguaçu

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com uma de nossas afiliadas Tiqets ou ou Ticketbar: Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

5 comentários em “Vale a pena conhecer o Refúgio Biológico em Itaipu Binacional?

  1. Pingback: Porto Kattamaram: passeio de barco pelo lago de Itaipu - Mineiros na Estrada

  2. Pingback: Como é a Visita Panorâmica à Usina Hidrelétrica de Itaipu

  3. Pingback: Como é o Circuito Especial de Itaipu Binacional - Mineiros na Estrada

  4. Pingback: O que fazer em Itaipu Binacional (e um pouco da história)

  5. Pingback: Ecomuseu de Itaipu: história da usina e da região binacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA