Página inicial / Europa / Londres em 3 dias: o que fazer em uma primeira viagem

Londres em 3 dias: o que fazer em uma primeira viagem

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Acho que quase todo mundo tem vontade de conhecer Londres. Não era diferente com a gente. Queríamos entender o porquê de essa ser uma das cidades mais visitadas do mundo e por que tanta gente volta de lá fascinado. O que ela tem de tão especial, afinal?

Quando nos mudamos para a Irlanda, ficou mais fácil realizar essa vontade. Já chegamos olhando todos os feriados que teríamos pela frente e compramos logo nossa passagem pela Ryanair, companhia aérea low cost.

Porém, por figurar ano após ano entre as top 10 cidades mais turísticas do mundo e também por ter uma das moedas mais fortes do planeta, a libra esterlina, Londres é um destino bem caro (ao menos para nós, meros brazucas que ganhamos em reais). Por isso, mesmo sabendo que tem muito o que se fazer na cidade e que poderíamos muito bem passar uma semana inteira lá, só pudemos ficar 3 dias inteiros.

Se esse também é o seu caso, esperamos ajudá-lo com este roteiro, que foi o que nós fizemos.

Chegada em Londres

Londres conta atualmente com 6 aeroportos. Se você vai do Brasil, provavelmente chegará por Heathrow, o principal deles. Indo da Europa, com as companhias low cost, chegará pelos mais distantes do centro: Southend, Luton, Gatwick ou Stansted.

Nós escolhemos ir por Stansted, que dispunha de transporte para o nosso hotel, o Ibis Budget Whitechapel. Utilizamos o ônibus National Express, que parte da porta do setor de desembarque. Era possível comprar pela internet, mas seria preciso marcar horário ou acrescentar 5 libras por trecho para poder remarcar. Como ficamos com medo de o voo atrasar, resolvemos arriscar comprar na hora mesmo. Acabou que comprando na hora, com retorno em aberto, ficou mais barato que comprar pela internet! Não sei, porém, se foi sorte ou se normalmente é assim.

O blog Viajonários dá as coordenadas de como sair de cada um dos aeroportos de Londres.

Está gostando do blog? Então, curta nossa página no Facebook!

Onde se hospedar em Londres

Quanto mais perto do centro, mais caro. Tudo é muito caro, na verdade, mas fora do miolo turístico é menos caro. O que muitos recomendam é que se tente ficar próximo a uma estação do metrô, preferencialmente das zonas 1 e 2, para pagar menos nas passagens. Veja aqui o mapa do metrô.

Como só passaríamos quatro noites, queríamos um lugar próximo ao centro, mesmo que não fosse um bairro considerado turístico. Tivemos uma sorte danada ao acharmos uma promoção da Rede Accor e pagamos apenas 220 libras por quatro diárias com café da manhã, para duas pessoas, em um hotel bastante decente, o Ibis Budget Whitechapel. O bairro não é nada charmoso, mas como o que queríamos mesmo era bater perna, isso não foi um problema. Veja nossa review completa:

Hospedagem barata em Londres: Ibis Budget Whitechapel



Booking.com

Locomoção

Usamos o metrô, ônibus e andamos bastante (bota bastante nisso) a pé, como você verá abaixo. Para usar o transporte público, usamos todas as dicas do Londres para Principiantes. Como não é aceito pagamento em dinheiro, nem no metrô e nem nos ônibus, compramos o Oyster Card na máquina de autoatendimento do metrô mais próximo, sem qualquer dificuldade. Ao final da viagem, pegamos de volta o saldo e o valor pago no cartão (5 libras), também na máquina de autoatendimento. Existem vários tipos de “pacotes” para recarregar seu cartão. Você precisa saber mais ou menos quantos e trechos vai fazer de transporte público para saber qual mais compensa para você.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Metrô de Londres

Mais uma vez, leia o verdadeiro manual sobre o transporte público londrino feito pelo Londres para Principiantes.


Europa 1

Roteiro de 3 dias em Londres

Primeiro dia: Museus, London Eye e caminhada pela margem do rio Tâmisa

Começamos pegando o metrô (linha District) até a estação South Kensington para visitar dois museus: o Science Museum e o Natural History Museum, que ficam lado a lado. Ambos são gratuitos. Na verdade, eles pedem uma contribuição espontânea, mas não é obrigatório pagar nada, se não quiser.

Science Museum

O Science Museum é superbacana, com várias exibições diferentes. Na minha opinião, o mais interessante está no térreo. Ali está a galeria “Exploring Space”, contando detalhes sobre a ida do homem à lua e a outras missões espaciais. Tem até um módulo da Apollo 10.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Módulo da Apolo 10

Outra galeria que eu amei foi a “Making the modern world”. Nela estão registrados 250 anos de evolução da indústria, por meio de objetos que tiveram ou têm impacto direto nas nossas vidas. Você vai sair de lá meio nostálgico e com aquele pensamento clichê de “puxa, como o tempo voa”. As outras galerias têm as mais variadas temáticas, como Matemática, Medicina, Aviação, Genética e até sobre relógios. Escolha a (as) que mais lhe agradar.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Galeria Making the modern world

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Você está ficando velho

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Almoçamos um hambúrguer no Deep Blue Dinner, no térreo do Science Museum, antes de irmos ao Museu de História Natural. Não é exatamente barato, pagamos cerca de 8£ em um simples sanduíche, mas era conveniente, por já estarmos ali, e estava gostoso.

Natural History Museum

Partimos para o Natural History Museum, um museu onde eu poderia passar horas e horas. O prédio é maravilhoso, as temáticas muito me interessam e a forma como são apresentadas é muito legal! Tem três entradas, uma mais moderna e duas na parte mais antiga do prédio. Entramos pela parte mais moderna, que era mais próxima ao Science Museum e logo nos deparamos com uma escada rolante entrando no planeta.  Já fomos subindo porque fiquei curiosa para ver onde ia sair. Atravessamos a Terra e chegamos à zona vermelha, em uma parte sobre vulcões e terremotos. Como não tínhamos muito tempo, passamos por ali rapidamente até a área que eu queria mesmo ver: a zona azul, com dinossauros e grandes mamíferos. Localizamos o Hintze Hall, o lugar mais lindo de todo o museu! A arquitetura é deslumbrante e ainda tem um esqueleto inteiro de uma baleia azul pendente do teto. Eu não sabia para onde olhar! Visitei mesmo apenas a zona azul, mas fiquei com vontade de ver outras galerias. Se essa for uma área que te interessa, separe boas horas. Não há mapa grátis na entrada do museu, mas você pode baixar um aqui. Se preferir, pode baixar um app do museu que, além do mapa, tem uns áudios com explicações sobre as exibições. É só procurar por National History Museum.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Natural History Museum

London Eye

A ideia original era andarmos do museu até a London Eye. Porém, como ficamos mais que o esperado nos museus e nosso ingresso para a London Eye* era com hora marcada, tivemos que usar um meio de transporte.

Pegamos o metrô na mesma estação que descemos, a South Kensington, em direção à Westminster. Depois de observarmos o Parlamento, com o Big Ben encoberto para reforma, fomos pegar os nossos ingressos para a London Eye.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra. Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Em um outro post vamos detalhar a experiência, mas, por enquanto digo que, pelo menos em um dia limpo como o que pegamos, a vista lá de cima é linda! Comprando ingressos com antecedência, pela internet, você evita quase toda fila, pois vai em uma fila preferencial.

Compre ingressos com nosso parceiros e nos ajude a manter o blog:

Caminhada pela margem rio Tâmisa

Da London Eye, fomos caminhando calmamente pela margem do rio Tâmisa. O dia estava muito quente, mas boa parte do percurso era sob árvores e também havia vários banquinhos, onde pudemos descansar.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Caminhamos pela margem do rio Tâmisa

Paramos no Borough Market, onde esperávamos comer algo. Porém, o calor intenso aliado à falta de lugar para sentar nos fez desistir.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Borough Market

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Construção pelo caminho

Voltamos para a margem do rio e não demorou muito para encontrarmos uma galeria linda, a Hay’s Galleria, com várias lanchonetes climatizadas, onde tomamos um milk shake.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Hay’s Galleria

A partir de determinado ponto, a Tower Bridge fica sempre presente na paisagem, o que é uma tentação para mil fotos. Vemos também o navio-museu HMS Belfast, uma embarcação que foi usada na 2ª Guerra Mundial (não visitamos).

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

HSM Belfast e Tower Bridge

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

A caminhada ao longo do Tâmisa foi muito prazerosa, pois a paisagem vai sempre mesclando prédios históricos com modernos, com fachada irregular e de vidro. O último deles foi o da Prefeitura, que lembra um capacete.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Prédios modernos diversos contrastando com a London Tower, à direita

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Olha quanta gente vai para Londres no verão

Atravessamos a London Tower e terminamos nosso trajeto a pé até o hotel.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Atravessando a Tower Bridge

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Prefeitura vista da Tower Bridge

Este foi o caminho percorrido no dia 1.

Segundo dia: St. Paul’s Cathedral e British Museum

St. Paul’s Cathedral

Pela manhã, fomos à St. Paul’s Cathedral*, que é simplesmente a igreja mais bonita que eu já visitei na vida até agora. A catedral é dedicada a São Paulo e está no mesmo lugar há mais de 1400 anos! Logicamente que a construção já passou por várias reformas, mas a atual fachada data da segunda metade do século XVII. O templo é imenso e recebemos um mapinha para orientar nossa visita, que é autoguiada. Porém, há audioguias, que estão incluídos no valor do ingresso. Além disso, há quatro visitas guiadas diárias, com 90 minutos de duração cada, às 10h, 11h, 13h e 14h.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

St. Paul’s Cathedral

A catedral é bem famosa por ter sido o local de casamento do principe Charles com a princesa Diana, por ter a segunda maior cúpula do mundo e por ter uma cripta bem extensa, onde estão sepultados vários importantes cidadãos britânicos, entre eles Alexander Fleming, que ganhou o Nobel de Medicina pela descoberta da penicilina. Fotografias não são permitidas no interior da igreja.

Falaremos mais sobre a visita à catedral em um post específico.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Não é permitido tirar foto dentro da igreja, mas essa é a vista do alto dela.

Compre ingressos com nosso parceiros e nos ajude a manter o blog:

British Museum

Da catedral, fomos caminhando até o British Museum, onde almoçamos no restaurante italiano antes de percorrermos as galerias. Não recomendo, porém. Achamos a comida sem graça, além de cara.

O museu, entretanto, é maravilhoso e facilmente a gente passaria o dia inteiro lá. Passaria, porque no verão estava insuportavelmente cheio e quente. A teto do museu, embora lindo, funciona como uma estufa e a maioria das galerias não são climatizadas. Tinha gente sentando no chão de cansaço, gente passando mal, tiveram até que chamar o serviço médico. O acervo do museu conta com objetos de todo o mundo e é separada por continentes. A parte do Egito, que é a que eu mais queria ver, é impressionante.

Depois de andarmos muito e derretermos, estávamos esgotados e encerramos nosso segundo dia por ali.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Fachada do museu

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Hall de entrada: Lindo e quente

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Brtitish Museum

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Terceiro dia: Westminster, Buckingham Palace, National Galery

Pegamos o metrô até a estação Westminster e demos uma volta nas proximidades do Parlamento. Uma pena que o Big Ben ainda está em reforma. Olhamos a Abadia de Westminster (Westminster Abbey), grandona e linda, mas não entramos. Era domingo, quando não há visita turística e até pensamos em assistir à missa, mas havia fila e desistimos.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Praça do Parlamento

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Abadia de Westminster – uma das fachadas

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Outra fachada

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Seguimos pela Vitória Street até a Catedral de Westminster. Estava quase na hora da missa e entramos rapidamente. É bonita, mas não impressiona (ainda mais depois de ter entrado na Saint Paul).

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Catedral de Westminster

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Dali fomos para o Buckingham Palace, para fazermos nossa visita. Todo verão o Palácio de Buckingham abre as “Salas de Estado”, os State Rooms, para visitação. Como eles só deixam entrar pontualmente no horário marcado no ingresso, aproveitamos para descansar no gramado em frente. Em breve, teremos um post detalhado sobre a visita.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Palácio de Buckingham

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Monumento em frente ao palácio

Compre ingressos com nosso parceiros e nos ajude a manter o blog:

Após conhecemos a casa da rainha, seguimos pela The Mall até a Trafalgar Square. Que praça maravilhosa!!! Visitamos a National Gallery, que é espetacular, até mesmo para quem não entende nada de arte, como eu! O prédio é lindíssimo, por dentro e por fora.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Construção no final da The Mall, chegando na Trafalgar Square

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Parte da Trafalgar Square

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

National Gallery

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Interior da National Gallery

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra. Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra. Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra. Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Depois, fomos matar a minha curiosidade de conhecer o M&M’s World. Que loja legal! Tem uma infinidade de tubos de confeitos, separados por cores. Visualmente é tudo chamativo, o cheiro é maravilhoso, mas pergunta se eu comprei algo. Nem um amendoim! O preço é bem salgado: 2£ por 100 gramas de M&M’s. Para vocês terem uma ideia, comprei na sala de espera do aeroporto de Londres três pacotes de 440 gramas cada por 10£, ou seja, 264 gramas por 2£.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

M&M’s World

A última parada do dia foi na Picadilly Circus, outra área charmosa de Londres. Essa Regent Street, para mim, foi um dos lugares mais bonitos da cidade.

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

Regent Street, pena que estava no horário errado para tirar foto

Bônus: Quarto dia – Fotos profissional

Aproveitamos a manhã do quarto e último dia para tirarmos umas fotos profissionais na cidade. Você já conhece o serviço de fotografia de viagem? Funciona mais ou menos assim: você contrata um fotógrafo profissional, que te acompanha por algumas horas e registra seus momentos. Veja no link abaixo como foi nossa experiência com o fotógrafo Víctor Guidini.

Leia também: Como ter fotos profissionais durante sua viagem para Londres

Foto: Victor Guidini

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

Procura o que fazer em Londres? Veja o roteiro que usamos na nossa primeira viagem para a capital da Inglaterra.

 

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com uma de nossas afiliadas Tiqets ou ou Ticketbar: Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA