Página inicial / Brasil / Visita à Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto

Visita à Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto

Como foi a visita à Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto. A mina tem esse nome em virtude da Revolta Felipe dos Santos, que ocorreu na região, em 1720.

Felipe dos Santos. Certamente você já ouviu esse nome, lá nas aulas de História do colégio. Brasil Colônia, Vila Rica, século XVIII. A Coroa Portuguesa proibiu a circulação do ouro em pó e criou as casas de fundição, que cunhavam o ouro com o selo real e já retinham a quinta parte – o quinto. Além da dificuldade de sonegar, isso tudo gerava outros transtornos. As pessoas tinham que se deslocar até as casas de fundição, gastar com hospedagem, aguentar a demora… Não tardaria em surgir revoltas. Uma delas, a Revolta de Felipe dos Santos, em 1720.

A revolta foi contida, os líderes foram mortos e as casas dos revoltosos, destruídas e incendiadas, ficando essa região conhecida, ainda nos dias de hoje, como Morro da Queimada.

No Morro da Queimada há um sítio arqueológico rico e carente de cuidados e atenção, mas sobre isso não tratarei aqui. Se você quiser saber mais sobre essa questão do parque, tem este artigo aqui da Fundação Osvaldo Cruz.

É ali no Morro da Queimada que está a Mina Felipe dos Santos, uma das minas de ouro abertas à visitação em Ouro Preto, e que nós conhecemos.

A visita guiada à mina Felipe dos Santos

Na minha última visita à cidade, eu queria visitar duas minas de ouro e contratei um guia para me levar a elas (e a outros lugares também). A experiência com o guia, a propósito, foi um desastre, e eu já contei aqui.

A primeira mina do dia foi a du Veloso, e depois fomos até a Felipe dos Santos que, segundo o nosso guia, era uma mina cheia de História, por estar no morro da queimada, “palco da Revolta de Felipe dos Santos” e por ter um lindo lago em sua entrada e uma cascata em seu interior.

A mina não tem identificação, além de uma singela e discretíssima placa próxima à entrada. Fomos atendidos pelo Geraldo, proprietário do terreno onde está a mina, que disse que já tem um combinado com o guia de dar um desconto para os turistas que ele leva: ele nos cobrou R$ 20,00  ao invés de R$ 30,00. Não se aceita carteira de estudante e o pagamento é feito exclusivamente em dinheiro.

Mina Felipe dos Santos - Ouro Preto

Colocamos uma touquinha descartável e o capacete de proteção e seguimos o Geraldo. Paramos na entrada da mina, ao lado do “lago” (que de lago não tem nada) para uma explicação introdutória bem básica.

Mina Felipe dos Santos, Ouro Preto

O lago da entrada da Mina

Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto

Entrada da mina

Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto

A visita dentro da mina durou cerca de 15 minutos e foi mais focada em crenças, com vários relatos de visão de espíritos, por exemplo, do que na exploração do trabalho escravo na mina.

Quando chegamos à cascata, bom… Não é bem uma cascata, né, gente? Tá mais pra uma bica.

Mina Felipe dos Santos, Ouro Preto

A “cascata”

Minhas impressões

Foi a que eu menos gostei das três minas que visitei. O guia não soube me responder algumas perguntas e desconversava. Felipe dos Santos chegou a trabalhar nessa mina? Ou o nome é apenas uma homenagem a ele, por estar localizada no Morro da Queimada? Quem explorava a mina na época da Revolta? Com o sufocamento da Revolta, quem passou a explorá-la? Fiquei sem respostas… Inclusive, se você souber, me conta aqui nos comentários.

Achei muito cara para o tempo da visita. A do Chico Rei, na minha opinião, vale muito mais a pena.

Leia também:

Visitando a Mina do Chico Rei

Visita à Mina du Veloso, em Ouro Preto: uma aula de História com o guia Dudu

Mina Felipe dos Santos

Endereço: Rua 13 de Maio , 637, Bairro Alto da Cruz – Ouro Preto
Telefone: (31) 98679-6467
Horário de Funcionamento:  diariamente, das 8h30 ás 17h30
Valor: R$ 30,00 (preço único)


Leia também:

Os mirantes de Ouro Preto – 8 lugares para ver a cidade de cima

As igrejas, capelas e passos de Ouro Preto

Como ir de ônibus de Belo Horizonte a Ouro Preto

Lavras Novas: o que fazer, como chegar, onde comer e onde ficar


Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

Como foi a visita à Mina Felipe dos Santos, em Ouro Preto. A mina tem esse nome em virtude da Revolta Felipe dos Santos, que ocorreu na região, em 1720.

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA