Página inicial / Brasil / As igrejas, capelas e passos de Ouro Preto

As igrejas, capelas e passos de Ouro Preto

Igrejas são grandes atrações em Ouro Preto. Das mais singelas às mais adornadas, veja 19 igrejas, capelas e passos para conhecer na cidade.

É inegável que as igrejas são uma das grandes atrações de Ouro Preto. Algumas são mais simples, outras, bastante adornadas, mas todas são belíssimas e carregadas de arte, sobretudo a Barroca.

Se você tem pouco tempo na cidade e tem que que escolher alguma (s) para visitar, esperamos te ajudar com este post, pois aqui falaremos sucintamente sobre as principais igrejas da Sede (os distritos merecem posts próprios).

Como bônus, falaremos também sobre as Capelas e os Passos. Um mapinha abaixo traz todos as edificações marcadas. Duas informações muito importantes: todas as igrejas fecham às segundas-feiras e fotografias de seu interior são proibidas!

As Igrejas de Ouro Preto

1 – Igreja de São Francisco de Assis

Começou a ser construída em 1765 e foi concluída em 1771. É considerada uma das mais importantes igrejas coloniais do país, pois reúne Aleijadinho, que fez o projeto, com mestre Ataíde, principal nome da pintura na época. A portada do frontispício também é obra de Aleijadinho. As curvas e contracurvas da fachada foram uma grande inovação na época. Note que as torres são recuadas em relação à fachada. Lindíssimo, não? Outro ponto inovador é que Aleijadinho obstruiu o óculo, aquela abertura que se tem na fachada, colocando em seu lugar uma obra esculpida.

A Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto (MG),é uma das mais importantes do país, pois reúne obras Aleijadinho e Mestre Ataíde.

A Igreja São Francisco de Assis fica em frente à famosa Feirinha de Pedra Sabão

A Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto (MG),é uma das mais importantes do país, pois reúne obras Aleijadinho e Mestre Ataíde.

A Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto (MG),é uma das mais importantes do país, pois reúne obras Aleijadinho e Mestre Ataíde.

Detalhes da igreja: note as torres recuadas e o óculo ocluído por uma escultura.

Seu interior é rico, com muitas obras em madeira entalhada e dourada, composto pelo altar-mor e por seis altares laterais. No teto da igreja, uma pintura cheia de detalhes, de Nossa Senhora rodeada por vários anjos. A igreja está abrigando, momentaneamente, algumas obras do Museu de Aleijadinho, que está fechado para reforma.

Se você tem que escolher apenas uma igreja e busca contemplar obras de Aleijadinho é essa que eu te indicaria.

Endereço: Largo do Coimbra, em frente à Feira de Pedra Sabão
Telefone: (31) 3551-3282
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 8h30 ás 12h e das 13h30 às 17h
Valor: R$ 10,00 a inteira e R$ 5,00 a meia (2017)

2- Basílica de Nossa Senhora do Pilar

O primeiro templo foi construído em madeira, ainda no final do século XVII. Anos mais tarde, em 1728, a comunidade resolveu demolir o templo e construir um outro, que foi concluído em 1733, embora a decoração tenha se estendido até 1737. No decorrer daquele século, a igreja passou por várias adaptações e restaurações.

A Igreja do Pilar é impressionante por dentro: tem mais de 400 quilos de ouro! Isso a torna a segunda igreja mais rica em ouro no país, atrás apenas da Igreja de São Francisco, em Salvador.

Se você só vai ter tempo de ver uma igreja e quer ver muito ouro, é essa que eu indico para você.

A Basílica Nossa Senhora do Pilar é a segunda igreja com mais ouro no Brasil.

Para visitar a igreja, paga-se o valor de R$ 10,00, que dá direito a visitar também o Museu de Arte Sacra, no subsolo. Ali você verá túnicas de ouro, elementos sacros em ouro e prata, santos diversos em madeira e marfim e móveis ricos e inacreditáveis, como uma cômoda em uma única peça de madeira, com mais de oito metros de comprimento!

Quando fomos visitar esta igreja, um guia, o Eustáquio, nos ofereceu uma visita guiada, mediante contribuição voluntária. Ele nos acompanhou por cerca de 40 minutos e suas explicações fizeram realmente muita diferença, pois ele nos mostrou detalhes para os quais não teríamos nos atentado sem ele. Geralmente, o Eustáquio fica ali na porta (sei disso porque já o vi ali em outras visitas à cidade).

A igreja do Pilar foi elevada à Basílica recentemente, em 2012. Se você quiser saber mais sobre isso, pode conferir no site da própria Paróquia.

igreja do pilar igrejas em ouro preto

Do mirante da Rua Getúlio Vargas é possível ver a Basílica do Pilar

Leia também: Os mirantes de Ouro Preto – 8 lugares para ver a cidade de cima

Endereço: Praça Monsenhor João Castilho Barbosa, Pilar. Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-4736
Horário de Funcionamento:  de terça a domingo das 9h às 10h45 e das 12h às 16h45.
Valor: R$ 10,00 a inteira e R$ 5,00 a meia (2017)

3- Igreja de Nossa Senhora do Carmo

A Igreja do Carmo teve sua construção iniciada em 1756 e concluída em 1780. Alguns altares e a pedra entalhada da fachada são atribuídos a Aleijadinho e o altar mor é de Mestre Ataíde. Possui seis altares laterais, sendo quatro de autoria desconhecida, mas ricos em detalhes. Outros dois altares laterais, bem como o lavabo da sacristia, são de Aleijadinho. Um diferencial são painéis de azulejos portugueses.

Um texto-guia é emprestado durante a visita – e deve ser devolvido ao final.

A Igreja do Carmo, em Ouro Preto, fica próxima à Praça Tiradentes.

igreja do carmo ouro preto

Torres da Igreja do Carmo, vista da rua de baixo

Endereço: Rua Brigadeiro Musqueira, s/n.- Centro – Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-2601
Horário de Funcionamento: de terça a domingo, das 8h30 às 11h e das 13h às 17h.
Valor único: R$ 3,00 (2017)

4- Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Externamente, é a mais diferente de todas, pois são duas construções ovais. Seu projeto é de autoria desconhecida e sua construção começou em 1765, em substituição à capela anterior.

Possui seis altares laterais e púlpitos em granito e ferro. Atenção para o horário reduzido de visitação.

A Igreja Nossa Senhora do Rosário é a mais diferente de Ouro Preto, pois é arredondada.

A Igreja mais diferente da cidade

Endereço: Largo do Rosário, Rosário. Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-4736
Horário de Funcionamento: de terça a domingo das 13h às 16h45
Não há taxa de visitação

5 – Igreja de Santa Efigênia

Segundo a tradição oral, a Igreja de Santa Efigênia tem íntima relação a história de Chico Rei, pois teria sido ele quem mandou construí-la, em 1733. A conclusão da edificação ocorreu apenas em 1785. Muitos negros frequentavam essa igreja, razão pela qual o sincretismo religioso é bem forte. Vemos vários santos negros e a pintura de um papa, também negro. A imagem de Nossa Senhora do Rosário, na fachada, é atribuída a Aleijadinho.

Leia também: Visitando a Mina do Chico Rei, em Ouro Preto

A Igreja de Santa Efigênia, em Ouro Preto, teria sido construída encomendada ex-escravo Chico Rei.

A Igreja de Santa Efigênia teria sido construída encomendada ex-escravo Chico Rei.

A Igreja de Santa Efigênia, em Ouro Preto, teria sido construída encomendada pelo ex-escravo Chico Rei.

Está localizada em um ponto alto, podendo ser vista de vários pontos da cidade e também oferece uma linda vista, como já contamos no post sobre os mirantes de Ouro Preto.

A Igreja de Santa Efigênia, em Ouro Preto, teria sido construída encomendada pelo ex-escravo Chico Rei.

Endereço: Rua Santa Efigênia, Alto da Cruz – Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-5047 – ligue para saber se está aberta
Valor: R$ 5,00 inteira e R$ 2,50 meia

6- Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Construída entre 1727 e 1746 no lugar onde havia uma antiga capela erguida pelo bandeirante Antônio Dias, em 1699, razão pela qual a igreja também é conhecida como Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias. Tanto Aleijadinho, quanto seu pai, Manuel Francisco Lisboa, estão sepultados nesta igreja, que é um dos espaços do Museu de Aleijadinho. Está fechada para reforma desde 2013 e as peças do Museu que aqui ficavam estão expostas na Igreja São Francisco de Assis. Informações sobre a Igreja podem ser lidas no site oficial.

Na Igreja Nossa Senhora da Conceição estão sepultados Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e seu pai, Manuel Francisco Lisboa.

Endereço: Praça Antônio Dias, s/n – Antônio Dias – Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-3282
Fechada para restauração (em 2017)

7 – Igreja de São José

Embora no site da Prefeitura constasse que abre de terça a sexta , das 9h às 12h, a encontramos fechada. Então, sugerimos telefonar antes.

Segundo informações na porta da igreja, ela foi construída na metade do século XVIII,  e seu altar-mor foi desenhado de graça por Aleijadinho. Em 1889, D. Pedro II concedeu o título de Capela Imperial, mas com a proclamação da República, as Armas do Império, que ficavam na fachada, foram retiradas e hoje ficam na sacristia.

No cemitério que fica nos fundos está sepultado Bernardo Guimarães, autor de “A Escrava Isaura”, falecido em 1884.

No cemitério que fica nos fundos da Igreja São José, em Ouro Preto, está sepultado Bernardo Guimarães, autor de “A Escrava Isaura”, falecido em 1884.

Endereço: Rua Teixeira do Amaral, s/n – Centro –  Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-4736 – ligue antes para confirmar se está aberta

8 – Igreja Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia

Também chamada de Mercês de Cima, começou a ser construída em 1772 e demorou mais de 60 anos para ficar pronta. É uma das igrejas que eu nunca vi aberta.

Igreja das Mercês e Misericórdia, ao lado do Museu da UFOP.

Endereço: Rua Padre Rolim, Centro. Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-4736 – ligue para confirmar se está aberta

9 – Igreja Nossa Senhora das Mercês e Perdões

Também chamada de Mercês de Baixo, teve o projeto original desenhado por Aleijadinho. O começo de sua construção foi em 1742 e era dedicada a Bom Jesus dos Perdões. Em 1760, foi doada pelo padre José Fernandes para a Irmandade de Nossa Senhora das Mercês, daí o seu nome ser Nossa Senhora das Mercês e Perdões. Nunca a vi aberta e no momento está fechada para restauração.

Igreja Nossa Senhora das Mercês e Perdões, vista durante o passeio de trem para Mariana.

Igreja Nossa Senhora das Mercês e Perdões, vista durante o passeio de trem para Mariana.

Igreja Nossa Senhora das Mercês e Perdões, em Ouro Preto.

Endereço: Largo Musicista José dos Anjos Costa,  Ouro Preto
T
elefone: (31) 3551-3282
Fechada para restauração.

10 – Igreja de São Francisco de Paula

É bem famosa por ser aquela que se destaca em meio às montanhas. Fica atrás da rodoviária, mas dá para chegar até ela facilmente, a partir da Igreja São José. De lá se tem uma bela vista da cidade. É a igreja mais recente da cidade e em seu altar há uma imagem de Aleijadinho. Não abre para visitação, mas tem missas aos domingos, às 10h.

Igreja São Francisco de Paula, em Ouro Preto. Igreja São Francisco de Paula, em Ouro Preto. Igreja São Francisco de Paula, em Ouro Preto.

Endereço: Rua São Francisco de Paula, Centro. Ouro Preto
Telefone: (31) 3559-3256

11- Igreja do Padre Faria

É a única que permite fotografias em seu interior. É gritante o contraste da simplicidade da fachada com a riqueza de seu interior. Por sua peculiaridade, já teve um post só para ela.

Leia também: Igreja do Padre Faria: a única em que fotografias são permitidas em Ouro Preto 

Cruz de três braços, chamada de cruz pontifical ou cruz papal, datada de 1756, única em Minas Gerais, na Capela do Padre Faria, em Ouro Preto.

Endereço: Rua Padre Faria, s/n – Ouro Preto – MG
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 8h30 às 16h30 (ligue antes para confirmar)
Telefone: (31) 3351-5047
Valor único: R$ 5,00 por pessoa

12 – Igreja de Bom Jesus de Matosinhos ou Bom Jesus das Cabeças ou de São Miguel e Almas

Fica um pouco mais distante do centro histórico, no bairro Cabeças.

É uma igreja mais simples, mas com alguns elementos atribuídos a Aleijadinho, e sua construção teve início em 1771. Em março de 2017, está fechada para restauração.

Endereço: Rua Alvarenga,s.n, Cabeças
Telefone: (31) 3551-4736

As Capelas de Ouro Preto

Tem pequenas capelas espalhadas por toda Ouro Preto, mas vou destacar aqui apenas duas, que ficam no centro histórico, porque, ao meu ver, não vale a pena se deslocar para os bairros mais afastados para ver singelas capelas que, muito provavelmente, estarão fechadas.

1- Capela de Nossa Senhora das Dores

Fica no bairro Antônio Dias. Não é aberta à visitação, mas pode ser vista de longe, pelo mirante da rua Conselheiro Quintiliano. A capela original era de 1775, em madeira e a atual, de pedra, é de 1835.

Capela Nossa Senhora das Dores, no bairro Antônio Dias, em Ouro Preto.

Endereço: Rua Doutor Tenente Pereira, Antônio Dias. Ouro Preto (SEDE)
Telefone: (31) 3551-4661

2- Capela de Nosso Senhor do Bonfim

Fica próxima à Igreja do Pilar e é bastante simples, tanto interna, quanto externamente. Ela tem uma história muito triste: era aqui que os condenados à morte ouviam a missa em favor de suas almas, a caminho da forca.

Fica próxima à Igreja do Pilar e é bastante simples, tanto interna, quanto externamente. Ela tem uma história muito triste: era aqui que os condenados à morte ouviam a missa em favor de suas almas, a caminho da forca.

Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 42, Pilar Ouro Preto (SEDE)
Telefone: (31) 3551-4736
Horário: diariamente, das 9h às 16h
Não há taxa de visitação

Os Passos de Ouro Preto

Passos são capelinhas bem pequenas e singelas que retratam os últimos passos de Cristo. Só abrem na Semana Santa. Há cinco em Ouro Preto. Não vale a pena sair procurando por eles, na minha opinião, mas é bom já saber onde eles estão. Assim, se você caminhar ali por perto, não vai passar despercebido.

1- Passo da Cruz às Costas

O mais fácil de ver, pois fica na Praça Tiradentes, mas, talvez, não seja de fácil identificação, pois fica na esquina com a Rua Direita, misturado ao comércio. Não consegui descobrir quando foi construído, mas foi restaurado em 1808.

O Passo da Cruz às Costas é essa porta azul, na esquina.

O Passo da Cruz às Costas é essa porta azul, na esquina.

2- Passo do Pretório ou de Antônio Dias

Foi reconstruído em 1843. Você o verá descendo a rua Cláudio Manoel em direção oposta à Feira de Pedra Sabão.

passo de antonio dias ouro preto

3 – Passo da Flagelação

Fica na rua Getúlio Vargas, próximo ao mirante. Foi construído em 1809.

Passo da Flagelação, em Ouro Preto.

4 – Passo da Ponte Seca

Foi reconstruído em 1788. Fica a pouco mais de 100 metros do Passo da Flagelação.

Passo da Ponte Seca, em Ouro Preto.

5 – Passo da Coroação de Espinhos ou da Via Sacra

Também fica meio escondido, entre os casarões, na rua São José. Foi reconstruído em 1808. Fica quase em frente à pizzaria O Passo.

Leia também: As igrejas de Tiradentes

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser!

Igrejas são grandes atrações em Ouro Preto. Das mais singelas às mais adornadas, veja 19 igrejas, capelas e passos para conhecer na cidade.

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com uma de nossas afiliadas Tiqets ou ou Ticketbar: Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

4 comentários em “As igrejas, capelas e passos de Ouro Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA