Página inicial / Amsterdã / Como ir de ônibus de Amsterdã para Bruxelas

Como ir de ônibus de Amsterdã para Bruxelas

Saiba como ir de ônibus de Amsterdã para Bruxelas, uma opção de viagem rápida, barata e muito conveniente!

Olá, pessoal! Tudo bem? Neste post vou contar para vocês como é super fácil e barato (para os padrões europeus) viajar de ônibus de Amsterdã para Bruxelas (e vice-versa), capitais de Holanda e Bélgica, respectivamente.

Como na Europa vários países são bem pequenos e eles ficam bem emboladinhos, é muito tranquilo ir de um para o outro de ônibus. É o caso da Holanda e da Bélgica, que,  juntamente com Luxemburgo, ficam juntinhos e espremidinhos entre a Alemanha e a França.

Quais são as opções de transporte?

A distância entre Amsterdã e Bruxelas é pequena, duzentos e poucos quilômetros. Há voos e trens que fazem o trajeto e também é possível fazer a viagem de ônibus.

Os voos, de acordo com as pesquisas que fizemos, são caríssimos, mas também rápidos, cerca de 45 minutos. Isso sem considerar o tempo de deslocamento até o aeroporto, a chatice de ter que despachar bagagem e o tempo de espera. Ou seja, bem mais do que 45 minutos.

Já as viagens de trem costumam durar duas horas e apesar de, normalmente, serem menos caras que as passagens de avião, ainda pesam no bolso.

Qual seria a solução, então?

Pelo site Omio, a antiga GoEuro, a Gê encontrou uma opção bem mais barata, o ônibus, que faz o caminho das duas cidades com pouco mais de três horas. A vantagem? O preço! Pagamos, com todas as taxas, pouco mais de 10 euros por pessoa!

A empresa é a Flixbus e, de Amsterdã, há ônibus que partem de duas estações ferroviárias: a Sloterdijk e a Arena. Como estávamos hospedados no Hotel Levell, pegar o ônibus que partia da Arena foi muito conveniente, uma vez que gastamos pouco mais de 10 minutos caminhando do hotel até a parada do ônibus.

Como comprar a passagem?

Existe a opção de comprar a passagem pelo site da Omio ou então pelo aplicativo da FlixBus. A Gê preferiu utilizar o aplicativo, que gera os cartões de embarque com o QR code e os armazena no aparelho. O pagamento pode ser feito com cartões de crédito ou débito. Mas tem um detalhe: não é possível marcar assentos (Algumas viagens dão essa opção, cobrando um pouco a mais).

 

Onde é o local de embarque?

De acordo com o cartão de embarque, deveríamos chegar 15 minutos antes do horário marcado para a partida do ônibus, pois o motorista faria a checagem de documentos. Além disso, tem todo aquela coisa de armazenar as malas no bagageiro do ônibus e tal.

No cartão de embarque estava sinalizado o local onde o embarque seria feito: uma grande avenida próxima à estação ferroviária Arena. De acordo com as orientações, deveríamos aguardar em uma parada de ônibus do lado sul em relação à estação.

Aqui vai a primeira dica: existe uma pequena plataforma do lado de fora da estação Arena, onde várias linhas de ônibus estacionam e muitas pessoas embarcam. Atenção, o ponto de embarque NÃO é nessa plataforma!

Então, onde é?

Agora, a segunda dica: há duas paradas de ônibus do lado sul (pontos de ônibus normais), uma no sentido de quem se aproxima da estação Arena e outra no sentido contrário. O ponto de embarque É NO SENTIDO CONTRÁRIO, ou seja, na direção de quem se afasta da estação Arena. Acho importante reforçar isso porque a informação no cartão de embarque não é exatamente clara. Além disso, não há nenhuma sinalização no ponto de ônibus, nenhum adesivo da empresa. Nada. Nada mesmo. Nosso alívio veio quando vimos outros passageiros meio perdidos, andando de um lado para o outro, enquanto o ônibus não chegava. Aí uns começaram a perguntar aos outros se estavam no lugar certo, mas ninguém sabia. Então, decidimos ficar todos juntos. Se um errasse, todos errariam.

Obs.: Fique atento, pois essas dicas que mencionei são para quem estiver em Amsterdã e optar por embarcar no ponto da estação Arena. Como falei anteriormente, existe uma outra linha da mesma empresa que parte da estação Sloterdijk.

Como foi o embarque?

O motorista encostou o ônibus no ponto em que estávamos e, após alguns desentendimentos com a porta do bagageiro, conseguimos guardar nossas bagagens lá e então fomos embarcar. Lembra da conferência de passaporte? Não teve nada disso. Ele só fez a leitura do QR code, verificou que eram dois passageiros e então a gente embarcou. Simples assim.

Como foi a viagem?

Eu diria que super confortável. O ônibus estava bem vazio, então a questão de não haver lugar marcado não foi problema algum. Todo mundo que quis (inclusive a Gê e eu) conseguiu ficar em um banco de dois lugares sozinho.

A estrada é ótima, sem muitas curvas e com zero buraco, tanto que consegui ler meu livrinho sem ficar tonto. O ônibus fez algumas paradas, em diferentes cidades, tanto para embarque quanto para desembarque de passageiros. Chegou um momento em que dava para contar nos dedos das duas mãos a quantidade de passageiros restantes.

As poltronas reclinam muito bem, mas o espaço entre as poltronas é meio apertadinho. Ainda bem que o ônibus estava vazio e sentei atrás de um lugar vago, caso contrário minhas longas perninhas poderiam ter problemas.

Há tomadas USB no teto do ônibus, sobre todas as poltronas, juntamente com botões de iluminação e controle de saída de ar condicionado. Além disso, o ônibus tem Wi-fi, mas com limite de dados. Então, não abuse! Só use a internet se for indispensável! Aproveite a viagem para ler um livro, dormir, ouvir música ou, simplesmente, apreciar a paisagem pela janela!

Saiba como ir de ônibus de Amsterdã para Bruxelas, uma opção de viagem rápida, barata e muito conveniente!

Paisagem na viagem entre Amsterdã e Bruxelas.

Vale lembrar que estamos falando de uma low cost, então, mesmo sendo uma viagem internacional, não alimente expectativas de ter serviço de bordo. O máximo que você vai ter é um saquinho plástico ao lado de sua poltrona para juntar o lixo que você vai produzir após desembalar o seu lanchinho trazido de casa.

Como foi o desembarque?

O desembarque ocorre em uma rua lateral à Gare Du Nord, uma grande estação ferroviária em Bruxelas. Foi super tranquilo! Descemos do ônibus, pegamos nossas bagagens e fomos caminhando até o Bedford Hotel, onde nos hospedamos durante os dias em que ficamos na Bélgica.

No geral

Ótimo! Ônibus limpo, confortável, a estrada é ótima e com uma linda paisagem. É uma viagem simples, rápida e pouco burocratizada, se comparada a uma viagem feita de avião, por exemplo. Eu gostei muito!

Está gostando do blog? Então, curta nossa página no Facebook!

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

Saiba como ir de ônibus de Amsterdã para Bruxelas, uma opção de viagem rápida, barata e muito conveniente!

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com uma de nossas afiliadas Tiqets ou ou Ticketbar: Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA