Página inicial / Belo Horizonte / O Conjunto Arquitetônico da Pampulha – A Casa do Baile

O Conjunto Arquitetônico da Pampulha – A Casa do Baile

Atualizado em 25/11/17

No post anterior, falamos um pouco da história do Conjunto Arquitetônico e sugerimos o começo do passeio pelo Centro de Referência Turística Álvaro Hardy – Veveco. Depois que você pegar mapinhas e guias de BH, pode dar uma passada na Casa do Baile (letra B do mapa), que está a uns 100 metros à esquerda do Centro de Referência (esquerda no sentido de quem está saindo do Centro).

tudo-sobre-belo-horizonte

A Casa do Baile foi criada para ser um centro de lazer e entretenimento da classe alta, era palco de atividades musicais e bailes de debutantes. Frequentar esse lugar era sinal de status. É construída sobre uma ilha artificial e ligada à orla por uma ponte, com projeto paisagístico de Roberto Burle Marx.

Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Em 1946, o jogo foi proibido no Brasil e o Cassino foi fechado. A Casa do Baile sofreu o impacto e encerrou suas atividades em 1948. Já funcionou como restaurante, como anexo ao Museu e teve vários outros usos, sendo novamente fechada. Reaberta em 2002, após restauração coordenada pelo próprio Niemeyer, hoje conta um auditório e um salão de exposições e é um Centro de Arquitetura, Urbanismo e Design, ligado à Fundação Municipal de Cultura.

A Casa recebe exposições temporárias. No dia que fomos, havia uma interessante exposição “Pampulha: um patrimônio da humanidade”, que contava toda a história do Complexo da Pampulha, desde os tempos áureos, passando pelo total abandono, até a restauração e reinauguração. A exposição enalteceu os valores que conferiram à Pampulha os títulos de Patrimônio Nacional pelo IPHAN (1997), Estadual pelo IEPHA (2000) e Municipal pelo CDPCM-BH (2003).

Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Aqui, temos vestimentas da década de 1940.Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Como painéis permanentes, temos estas fotos da década de 1940, com a Casa do Baile a pleno vapor…

Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

…e este painel que foi desenhado pelo próprio Oscar Niemeyer, em 2003, em visita à Casa do Baile reinaugurada.

Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da PampulhaCasa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Onde era a cozinha da Casa do Baile, há lembrancinhas para venda, relacionados à Pampulha, como pratos com desenhos de Niemeyer.

A Casa recebe visitas de escolas e grupos, com apresentação sobre o Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Pampulha. Além disso, há visitas guiadas para deficientes visuais, tanto com cegueira, quanto com baixa visão. Nessas visitas, para grupos de até doze pessoas, há textos em braille, materiais em relevo, maquetes que podem ser tocadas e visitas guiadas pelo salão e jardim. Para agendar visitas de grupos, é só ligar no 3277-7443.

Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Na página da Casa do Baile do Facebook, você pode acompanhar qual é a exposição da vez.

Casa do Baile
Av. Otacílio Negrão de Lima, 751 – Belo Horizonte – MG
Funcionamento: Terça a domingo, de 9h às 19h.
Telefone: 31 – 3277-7443
Entrada franca


Veja também:

O Conjunto Arquitetônico da Pampulha – um pouco da história e o Centro de Referência Turística

A Igreja São Francisco de Assis – a Igrejinha da Pampulha

O Museu de Arte da Pampulha – antigo cassino de Belo Horizonte

O Museu da História da Inquisição – magnífico museu em BH

Um dia no Parque Ecológico da Pampulha


Casa do Baile, projeto de Oscar Niemeyer, parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Casa do Baile ao fundo, vista do Centro de Referência Turística

Casa do Baile, projetada por Oscar Niemeyer, é um dos componentes do Conjunto Arquitetônico da Pampulha.
Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com um de nossos parceiros: Tiqets  ou Get Your Guide.   Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

7 comentários em “O Conjunto Arquitetônico da Pampulha – A Casa do Baile

  1. Pingback: O que fazer em Belo Horizonte: roteiro para 3 ou 4 dias

  2. Pingback: Onde ficar em Belo Horizonte: Pampulha Frimas Hotel

  3. Pingback: Pampulha Design Hotel: hospedagem na orla da Lagoa da Pampulha

  4. Pingback: O Museu de Arte da Pampulha – antigo cassino de Belo Horizonte » Mineiros na estrada

  5. Pingback: A Igreja São Francisco de Assis – a Igrejinha da Pampulha » Mineiros na estrada

  6. Pingback: O Conjunto Arquitetônico da Pampulha: um pouco da História

  7. Pingback: O Conjunto Arquitetônico da Pampulha – um pouco da história e o Centro de Referência Turística » Mineiros na estrada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

Assine nossa newsletter

Receba um e-mail mensal com a relação dos posts publicados no mês e outras novidades!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA