Página inicial / Brasil / Passeio de 4×4 por montanhas e cachoeiras de Carrancas (MG)

Passeio de 4×4 por montanhas e cachoeiras de Carrancas (MG)


Carrancas é um município mineiro famoso por suas cachoeiras. Fizemos um passeio de 4x4 de mais de 10 horas de duração. Veja como foi.


Eu estava doida para visitar Carrancas havia muito tempo, afinal, suas cachoeiras são muito famosas aqui em Minas Gerais. Aproveitamos nossa viagem pelo Caminho Velho da Estrada Real, do qual a cidade faz parte, para pernoitarmos lá e conhecermos pelo menos uma amostrinha do muito que Carrancas tem a oferecer.

E quase que não dá certo! Vou explicar. Os lugares mais belos são acessíveis apenas de veículo 4×4 (e nós estávamos nos aventurando pela Estrada Real com um carro 1.0) e o acompanhamento de um guia é obrigatório ou altamente recomendado. Era só procurarmos uma agência, né? Beleza! Só que o número mínimo de pessoas para um passeio acontecer é 4. Guto passou mal e eu teria que ir sozinha. E, mesmo sendo um sábado, quem disse que eu achava um grupo para fazer o passeio?

A única agência que já tinha gente interessada era a Poliana Turismo: havia um casal na espera. Comigo, seríamos três. Agora precisavam achar o quarto elemento. Foi só bem tarde na noite anterior que o grupo foi fechado. Já estava achando que ia ficar a ver navios.

Carrancas tem dezenas de cachoeiras. Eu diria que dá para ficar mais de uma semana sem repetir passeio algum. O tour que fizemos, porém, foi uma mistura de cachoeiras com montanhas: Complexo do Grão Mogol e Nascentes do Capivari, finalizando com um pôr do sol fenomenal no Pico do Abanador.

Vem comigo e veja como foi meu passeio por montanhas e cachoeiras de Carrancas.

Serra das Broas, Carrancas
Serra das Broas, um dos pontos que contemplamos durante o passeio

Preparação para o passeio

O horário previsto de saída era às 10h, então o guia me buscou na Pousada Céu e Serra, onde estava hospedada, às 9h30. Passamos lá na agência para fazer o pagamento e preencher uma ficha com dados pessoais, informações de contato e de saúde. Também tivemos um tempinho para irmos ao supermercado/padaria para comprarmos lanche e bebidas. Isso, aliás, é bem importante, pois ficamos quase 10 horas no meio do mato!

Quantos às bebidas, pode ficar tranquilinho porque o guia leva uma caixa térmica bem grande com gelo e todos podem usar. Às 10h partimos rumo à nossa primeira parada: o Complexo Grão Mogol.

Passeio de 4x4 por Carrancas

Está gostando do blog? Então, curta nossa página no Facebook!

Complexo Grão Mogol

O Complexo do Grão Mogol fica a aproximadamente 13 km do centro de Carrancas.  O Complexo está em uma propriedade particular e é cobrada entrada (R$ 15), então primeiramente nos dirigimos até a sede da fazenda, uma construção de 200 anos, segundo nosso guia. Depois de acertarmos com o proprietário, partimos rumo à área das cachoeiras, que é fechada por uma porteira com cadeado, o que quer dizer que não é possível ir sem guia.

No Complexo Grão Mogol visitamos duas cachoeiras: a Cachoeira Grão Mogol e a Cachoeira Lagoa Azul. Do local onde estacionamos o carro até a primeira delas, caminhamos por cerca de 15 minutos, em declive e com alguns trechos com um cascalho escorregadio – é importante ir com calçados adequados.

A Cachoeira do Grão Mogol é bem bonita. A queda d’água não é grande, como você pode ver na foto, mas o pocinho é razoável. O que eu achei que destaca, mesmo, é o grande paredão formado dos dois lados do curso d’água. Seguindo o trecho rio abaixo, esse cânion se estreita e depois forma uma piscina natural. Dizem que é lindo, mas, para chegar até lá, é preciso atravessar um trecho bem fundo, onde não dá pé. Não arrisquei.

Cachoeira Grão Mogol Carrancas
Cachoeira Grão Mogol
Cachoeira Grão Mogol Carrancas
Cachoeira Grão Mogol – parte do paredão

Ficamos nessa cachoeira por uma hora e então partimos rio acima. São 15 minutos de caminhada pela margem e também dentro do rio, pulando e subindo pedra e até precisando de ajuda dos coleguinhas para saltar entre pedras.

Chegamos à Cachoeira Lagoa Azul, outro lugar muito bonito, onde ficamos por 30 minutos. A água estava extremamente gelada, a ponto de doer os ossos!

Finalizado o tempo, foi hora de voltarmos até a Cachoeira Grão Mogol e, então, partirmos para onde o carro estava estacionado. Já passava das 13h e a fome dava sinais. Antes de partirmos, fizemos um lanche ali no carro mesmo.

Às 13h30 iniciamos a segunda parte do nosso passeio. O trecho era mais roots, com muitos buracos e houve alguns momentos em que foi realmente preciso usar a tração para passarmos. O guia sempre ia explicando o que víamos: falava sobre a vegetação e o relevo e também um pouco sobre a História da região e até sobre algumas vezes que precisou ir guinchar carros comuns de turistas que se arriscaram a ir sozinhos.

Passeio de 4x4 em Carrancas

Nascentes do Capivari

Depois de muito sacolejo e duas travessias de rio, fizemos a segunda parada: Nascentes do Capivari.

Atravessando o rio de 4x4
Atravessando o rio de 4×4

Caminhamos uns 10 minutinhos até a Cachoeira do Encontro – caminhada fácil. A cachoeira é muito bonita e o poço formado tem partes mais rasinhas e mais profundas, agradando a todos os gostos. Porém, como na época do ano em que fomos (junho) não bate sol ali hora nenhuma do dia, a água estava estupidamente gelada e a gente começou a sentir frio. Ficamos ali só uns 10 minutos e voltamos para onde o carro estava estacionado. Nesse local, embora não haja cachoeira, há muitas piscininhas e, o mais importante, batia sol! E ali nós ficamos calangando até vencer o tempo destinado a esta parada, que era de 40 minutos.

Cachoeira do Encontro Carrancas
Cachoeira do Encontro
Nascentes do Capivari Carrancas
Nascentes do Capivari

Pegamos estrada novamente e paramos o carro em um lugar bem perto e com uma visão muito legal da Serra das Broas, que são essas duas formações que você vê na foto. Fizemos uma trilha de 15 minutos, na sombra e pela margem do rio até a última cachoeira do dia: a Cachoeira Grande, que tem cerca de 40 metros de altura. Essa cachoeira não forma um poço, mas é possível se molhar na queda d’água, apesar de ela ser toda em área sombreada – pensa numa água fria! Já estávamos congelando e os 10 minutos de parada foram mais que suficientes para que já quiséssemos continuar viagem.

Serra das Broas Carrancas
Serra das Broas
Carrancas
Entrada da trilha para a Cachoeira Grande
Carrancas trilha para Cachoeira Grande
Trilha para Cachoeira Grande
Cachoeira Grande Carrancas
Cachoeira Grande

Montanhas

Voltamos para o carro e iniciamos a parte mais contemplativa do passeio, trafegando pela Chapada das Perdizes. Neste momento, sugiro trocar a roupa de banho por uma muda de roupa seca, pois a partir de então, já no fim da tarde, venta muito e praticamente não tem mais sol. Recomendo também levar um agasalho.

Primeiramente paramos na Serra do Galinheiro, um lugar maravilhoso, com muitas formações rochosas interessantíssimas. As vistas que se tem do mar de montanhas e das cidades ao redor são esplêndidas. Tente localizar Minduri, uma cidade que parece um sutiã vista de cima.

Panorâmica da Serra do Galinheiro
Panorâmica da Serra do Galinheiro – Minduri está no meio da foto
Serra do Galinheiro Carrancas

Uma curiosidade é que o mirante da Serra do Galinheiro foi um dos pontos que serviu de Monte Roraima na novela Império, que esteve no ar em 2014/2015.

Carrancas
Monte Roraima em Carrancas

Depois de muitas fotos pegamos o carro novamente e fomos para outro ponto não muito longe dali, a Gruta da Onça. Pequetita e nada demais para quem já foi ao Circuito das Grutas mineiro.

A última parada, fechando o nosso dia com chave de ouro, foi no Pico do Abanador. A vista também é deslumbrante! E ali ficamos sentadinhos, contemplando a paisagem e aguardando o sol se pôr.

Pico do Abanador Carrancas
Guia dando explicações no Pico do Abanador
Panorâmica do Pico do Abanador - Carrancas
Panorâmica do Pico do Abanador
Pico do Abanador - Carrancas
Pico do Abanador

Tivemos a sorte de vermos uma águia chilena e sete urubus-rei! Foi emocionante, até para o guia, que disse que não é sempre que se tem o prazer de ver essas aves tão diferentes e belas. O céu estava bem limpo, o que nos rendeu um magnífico pôr do sol.

Pôr do sol no Pico do Abanador, em Carrancas
Pôr do sol no Pico do Abanador

A volta para Carrancas, obviamente, já foi durante a noite e eu achei superdivertido atravessar rios e montanhas tendo só o farol do carro para iluminar. Cheguei à pousada às 19h50, ou seja, foram quase 10 horas de passeio.

Silhueta da Serra das Broas, em Carrancas
Silhueta da Serra das Broas

Eu amei o dia, achei o passeio muito organizado e o guia, muito bom, tanto em termos de segurança para conduzir, quanto em relação às explicações que foram dadas. Também gostei do tempo dedicado às paradas e da diversidade de biomas que pudemos contemplar. Deu para curtir bastante cada ponto, sem correria. O valor cobrado por pessoa foi R$ 150,00.

Passeio de 4x4 em Carrancas
Este foi o carro usado no passeio

O que levar:

  • Lanche para um dia inteiro
  • Água
  • Óculos de sol
  • Chapéu/boné
  • Roupa seca
  • Agasalho
  • Sacolinha para trazer seu lixo
  • Se você enjoa, convém levar o medicamento que você tem costume de tomar, pois o carro balança muito.

Leia também: Onde ficar em Carrancas: Pousada Céu e Serra

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

Carrancas é um município mineiro famoso por suas cachoeiras. Fizemos um passeio de 4x4 de mais de 10 horas de duração. Veja como foi.

Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com um de nossos parceiros: Tiqets  ou Get Your Guide.   Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! Você receberá um e-mail por mês com a relação dos posts publicados.
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA