Página inicial / Belo Horizonte / O maravilhoso Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte

O maravilhoso Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte

O Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte, mostra mais de 2500 peças relacionadas a ocupações do período pré-industrial brasileiro.

Eu me perguntava o porquê do nome do museu: Artes e Ofícios. É que o senso comum aqui em Beagá diz que é um museu sobre trabalhos/profissões, então por que não se chamar só Museu dos Ofícios?. Mas depois de visitá-lo pude compreender bem que com os instrumentos certos, pode-se fazer da arte um ofício e do ofício, arte.

Antes de contar para você como é este museu, te sugiro uma coisa: não faça como eu. Mesmo morando na capital mineira desde bem antes de sua inauguração, enrolei para conhecê-lo. É aquele negócio de não valorizar o que temos em nossa cidade, né?

tudo-sobre-belo-horizonte

Até que aproveitei um dia que tive que resolver umas coisas do Centro e, finalmente, fui até lá. Saí de lá brava comigo por não ter feito isso antes! O museu é sensacional e agora está lado a lado com o Memorial Minas no primeiro lugar da minha lista dos preferidos na cidade.

E não tem desculpa para não visitá-lo: o Museu de Artes e Ofícios fica na Praça da Estação, em um local de facílimo acesso, pois é bem servido de linhas de ônibus e também pelo metrô: a Estação Central é bem ali.

Como é o Museu de Artes e Ofícios

O Museu de Artes e Ofícios foi inaugurado em 2006, após restauração da Praça da Estação – ou seja, dos prédios e do entorno. No site do museu você consegue ver as fotos “antes/depois” da revitalização.

Só de estar neste importante edifício tombado, cuja história nasceu junto com a capital mineira, já seria muito especial. Mas, além disso, as mais de 2.500 peças estão dispostas de maneira didática e interessante, em seus 9200 metros quadrados, em exposição permanente, retratando diversas ocupações do período pré-industrial brasileiro.

A exemplo dos outros dois museus criados pelo Instituto Cultural Flávio Gutierrez, o do Oratório, em Ouro Preto, e o de Sant’ Ana, em Tiradentes, o Museu de Artes e Ofícios é um primor em organização e conservação de suas peças. É tudo muito bem setorizado e identificado, com painéis interativos e/ou estáticos explicam do que se trata aquela seção.

No prédio A, onde está o belíssimo hall, há café, lojinha, um espaço para guarda-volumes, uma sala de exposições temporárias e o início das exposições permanentes.

A primeira delas é relacionada a Ofícios do Transporte, como tropeiros, canoeiros, carpinteiros de roda e carpinteiros navais. Em seguida, estão os Ofícios Ambulantes, como os vendedores de rua, os fotógrafos (aqui aprendi a origem da expressão lambe-lambe), barbeiros e dentistas. Entre os Ofícios do Comércio, temos o carregador e o comerciante.

Museu de Artes e Ofícios - Canoeiro

Canoeiro

Museu de Artes e Ofícios - tropeiro

Tropeiro

Museu de Artes e Ofícios - carpinteiro de roda

Carpinteiro de roda

Museu de Artes e Ofícios - lambe-lambe

Fotógrafo lambe-lambe

Museu de Artes e Ofícios - dentista

Cadeira de dentista

Museu de Artes e Ofícios - carregador

Carregador

Passamos por um túnel sobre a linha do metrô e chegamos ao Prédio B, que é bem maior.

Lá temos o Jardim das Energias, com engenhos, moinhos, rodas d’água engrenagens e outros equipamentos pré-industriais para se gerar energia.

Do setor dos Ofícios da Mineração, estão o garimpeiro e o minerador. Representando os  Ofícios do Fogo, temos o ferreiro e o funileiro. A parte dos Ofícios da Madeira é extensa e mostra o carpinteiro, o marceneiro e o tanoeiro, o fabricador de tonéis. O trabalho do ceramista e o do oleiro sao representados no setor Ofícios da Cerâmica. Um outro tipo de comércio é mostrado aqui, com a reprodução de uma botica e de uma venda. Lapidador e ourives estão na seção Ofícios de Lapidação e Ourivesaria. Como exemplos de Ofícios do Couro temos o curtidor, seleiro, chapeleiro e sapateiro.

Museu de Artes e Ofícios - carregador

Museu de Artes e Ofícios - lapidador

Lapidador

Museu de Artes e Ofícios - sapateiro e chapeleiro

Sapateiro e chapeleiro

Museu de Artes e Ofícios - sapateiro

Os Ofícios da Terra também são retratados com o lavrador, o alambiqueiro e o mestre-de-açúcar.

O mezanino traz uma homenagem ao Ofício do Restaurador, já que sem eles, o museu sequer existiria.

No segundo andar estão os ofícios da Conservação e Transformação dos Alimentos: queijeiro, manteigueiro, cozinheiro, e os Ofício do Fio e do Tecido, com os fiadeiros, bordadeiros e costureiros.

Museu de Artes e Ofícios - carregador Museu de Artes e Ofícios - carregador Museu de Artes e Ofícios - carregador

Viu só como é rico este museu? São tantas as ocupações tão intimamente ligadas à nossa história, tão relacionadas entre si, já que o resultado de um ofício serve de instrumento de trabalho para outro, e ainda tão presentes no nosso cotidiano. É ou não é um museu especial?

Museu de Artes e Ofícios - carregador

Museu de Artes e Ofícios

Praça Rui Barbosa, 600 (Praça da Estação)
Confira o horário de funcionamento no site oficial
Entrada gratuita
O museu é acessível para pessoas com dificuldade de locomoção

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

O Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte, mostra mais de 2500 peças relacionadas a ocupações do período pré-industrial brasileiro.

Compartilhe com seus amigos!

Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
 

Um comentário em “O maravilhoso Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte

  1. Pingback: A cultura mineira no Centro de Arte Popular – Cemig

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites
shares

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA