Página inicial / Lambari / O Circuito das Águas mineiro VIII – Parque Estadual Nova Baden, em Lambari

O Circuito das Águas mineiro VIII – Parque Estadual Nova Baden, em Lambari


Depois que visitamos o Parque das Águas de Lambari, pegamos a estrada rumo a Cambuquira para visitarmos o Parque Estadual Nova Baden.

A entrada do Parque fica no km 10 da rodovia BR 460. Quando vir, pelas plaquinhas azuis, aquelas que indicam o km e a rodovia, que está se aproximando, já fique atento, pois a placa que indica a entrada do parque é pequena. No sentido Lambari-Cambuquira, a entrada fica do lado esquerdo da BR.

Esta foto é da entrada no sentido Cambuquira-Lamabri. É que a gente passou e teve que voltar.

Esta foto é da entrada no sentido Cambuquira-Lamabri. É que a gente passou e teve que voltar.

Outra coisa, o Google estava mostrando o entrada em um lugar errado. O lugar correto é este que eu marquei no mapa. Coloca o bonequinho amarelo na BR para você ver a cara do lugar!

Bom, saindo da BR, a gente pega uma estradinha de terra até a portaria do parque. Fomos atendidos por um funcioário muito atencioso, que nos deu algumas orientações. O valor era R$20,00, se não me engano: R$10,00 pelo estacionamento e R$5,00 por pessoa.

20141109_115116-tile

O funcionário da recepção já comunicou com outro, que fica no casarão, que estavam chegando turistas. Quando paramos o carro, ele já estava nos esperando. É um senhor extremamente simpático, que nos contou a história do casarão e do parque, e falou sobre o trabalho dele. Além de cuidar da construção, ele dá uma checada nas trilhas e ajuda na limpeza.

Esse casarão é do século XIX e foi residência (sede da fazenda) de Américo Werneck, aquele do cassino. Hoje funciona como centro de recepção e apoio aos visitantes. Não tem muita coisa, apenas uns poucos objetos e animais coletados no parque para estudo. Há um auditório, banheiros e água, mas não tem lanchonete. É bonito, mas poderia ser mais bem explorado, transformado em um museu, por exemplo.

20141109_120625 20141109_120024-horz

Com um área de 214 hectares de mata atlântica preservada, o parque foi aberto a visitação em 1995, e conta com rica fauna: tamanduá-mirim, onça parda, jaguatirica, mico-estrela, sagui, paca, cobras, lagartos, saracura, perdigão e tatu são alguns exemplos. Como representantes da flora, temos orquídeas, bromélias, jequitibás, araucárias, cedros, perobas, jacarandás, palmitos. O parque é lindo e muito bem cuidado!

20141109_120744

São três trilhas muito bem demarcadas, sendo possível percorrê-las sem guia. Na das Sete Quedas, que foi a única que fizemos, havia lixeiras e um ponto com banco para descanso. São 900 metros até chegarmos à cachoeira que dá nome à trilha. Uma delícia caminhar na mata. Estava uma temperatura agradável e a gente conseguia ouvir barulho de pássaros e macacos. Quando chegamos à cachoeira, ficamos decepcionados. Sabíamos que era período de seca, mas não tínhamos noção do tanto. Caíam apenas filetinhos de água! Era novembro de 2014, aquele período de seca brava aqui em Minas! As sete quedas são uma sobre a outra e a gente começou a subir as pedras. Chegamos apenas na quarta queda. Como vimos que o cenário não ia mudar muito, resolvemos voltar. O senhor do casarão nos disse que o volume de água estava cerca de cinco vezes menor que o habitual. A área para banho também estava seca.

20141109_124237

Ponto de descanso na Trilha das Sete Quedas. Escada que leva uma queda à outra.

Ponto de descanso na Trilha das Sete Quedas. Escada que leva uma queda à outra.

20141109_121813-horz

As outras trilhas são a dos Palmitos, com 900 metros,  e a dos Troncos, com 1500. A gente queria fazer, mas aí começou a chuviscar e a gente ficou com medo da chuva apertar e a gente ainda estar no meio do mato. Ficou para uma próxima.

Recomendamos demais um passeio no parque. Algumas dicas e observações:

  • Piqueniques são permitidos, só não pode churrasco.
  • Leve água e lanche, pois como já disse, não tem lanchonete.
  • Não é permitido acampar.
  • Vá com calçado apropriado, pois em alguns trechos é bem escorregadio.
  • Entre abril e outubro chove menos e temperatura está mais amena.
  • Não é permitido entrar no parque com animais domésticos.

Parque Estadual Nova Baden
Rodovia BR 460, km 10 – Lambari
Aberto diariamente, de 8h às 17h.
Telefone: (35) 3271-1338
penovabaden@meioambiente.mg.gov.br


Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com um de nossos parceiros: Tiqets  ou Get Your Guide.   Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

2 comentários em “O Circuito das Águas mineiro VIII – Parque Estadual Nova Baden, em Lambari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! Você receberá um e-mail por mês com a relação dos posts publicados.
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA