Página inicial / Argentina / Um ponto turístico diferente: o Cemitério da Recoleta

Um ponto turístico diferente: o Cemitério da Recoleta

Cemitério da Recoleta

Já pensou em visitar um cemitério, assim, só para turistar? Pois quase todo mundo que vai a Buenos Aires acaba fazendo isso no Cemitério da Recoleta.

A primeira vez que li sobre isso, assumo, achei um tanto macabro esquisito. Mas, depois, pesquisando sobre o lugar e fazendo a visita às tumbas, vi que pode ser um programa bem legal para quem gosta de Arte, História, ou para os curiosos de plantão.

O Cementerio de la Recoleta foi inaugurado em 1822 e era apenas para católicos. Somente em 1863, o presidente Mitre, que jaz ali, permitiu que fossem também sepultados praticantes de outras religiões.

De lá para cá o cemitério foi ganhando inúmeros jazigos, todos diferentes uns dos outros, com belíssimas esculturas de diversos materiais, o que lhe rendeu o título de “museu a céu aberto”. A impressão que me deu é que também era uma briga de egos entre as famílias. Como não tem nenhum padrão, cada um construía seu túmulo como bem entendesse e fazia questão de marcar bem marcado o nome da família. Aí vinha a outra, para não ficar por baixo, e construía o seu mais bonito e vistoso. Achismo meu, viu? Ninguém me falou, mas foi o que me pareceu. Pura ostentação. Mas é legal!

Cemitério da Recoleta

Ali estão enterrados vários ex-presidentes argentinos, o autor do hino nacional, diversos políticos, escritores, dois vencedores do Prêmio Nobel, um da Paz e um de Química. Fiquei imaginando que seria como se, no Brasil, tivéssemos, em um mesmo cemitério, os corpos de D. Pedro II, Marechal Deodoro da Fonseca, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek,  Oscar Niemeyer, Ayrton Senna, Graciliano Ramos, Carlos Drummond de Andrade, Machado de Assis, Hebe Camargo  e, futuramente, o Sílvio Santos. Entendeu a importância do cemitério para a Argentina?

O túmulo mais visitado, porém, é o de Eva Perón, mas é um jazigo relativamente simples, se comparado com os demais, até por razões políticas. Em uma época de forte instabilidade e tensão políticas, seu corpo chegou a ser roubado e levado para a Europa. Quando recuperado, foi colocado ali, mas sem muito alarde.

O cemitério é enorme precisa de tempo para ser visitado com calma e aproveitar bem as histórias, algumas bem malucas, como, por exemplo, a do coveiro do cemitério, que mandou construir a própria lápide, com data de morte e tudo, e se suicidou para estrear a cova. Ou do casal que se odiava em vida e tem seus bustos um de costas para o outro. Ou, ainda, da pobre jovem que morreu aos 19 anos e, dias depois, a família viu que o caixão estava mexido. Pensando se tratar de roubo, entraram no jazigo e, imaginem a tamanha surpresa, encontraram o corpo fora da posição em que havia sido colocado, com o rosto ferido e caixão todo arranhado – por dentro! A moça havia sido sepultada viva!

Sobre essas e outras história, pessoal do Aires Buenos fez um ótimo post e você encontra outras curiosidades no site do cemitério.

Há visitas guiadas e um livrinho na porta que serve de guia. Quando nós fomos, porém, faltava pouco para o cemitério fechar e o livrinho já tinha acabado. Claro que não consegui andar nem metade do cemitério até porque fiquei com um pouco de medo de andar sozinha. Medo dos vivos! É que já estava bem vazio, tem uns lugares muito ermos e como lá entra quem quer…

Cemitério da Recoleta

Junin, 1760 – Recoleta (Ao lado do Centro Cultural Recoleta e do Museu Participativo de Ciências)
Aberto diariamente, de 7h às 17h45
Site oficial: http://www.cementeriorecoleta.com.ar/

Gostou? Salve no Pinterest e consulte sempre que quiser:

O Cemitério da Recoleta é um ponto turístico na Argentina, por ter jazigos que são verdadeiras obras de arte e por ali estarem sepultadas grandes personalidades.

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com nosso parceiro Tiqets. Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

Assine nossa newsletter

Receba um e-mail mensal com a relação dos posts publicados no mês e outras novidades!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA