Página inicial / Cambuquira / Roteiro para o Circuito das Águas do sul de Minas

Roteiro para o Circuito das Águas do sul de Minas

20141107_120047-tile

Ao montar um roteiro, não só para o Circuito das Águas, mas para qualquer lugar do mundo, você precisa considerar várias coisas. Seu estilo de viajar, se mais calmo ou se do tipo “viu, tá visto”, se está com crianças, quanto pode gastar (determina, inclusive, o tipo de programa que vai fazer), se está de carro, o tipo de atrações que procura, o número de dias que tem e por aí vai.

Portanto, o roteiro que apresentaremos é o que fizemos e é apenas uma sugestão, que você deve adaptar de acordo com seus gostos e necessidades.

Já explicamos aqui que são várias as cidades que compõem o Circuito das Águas e que a principal delas é São Lourenço, onde a maioria das pessoas se hospeda.

Depois de ter visitado as quatro principais cidades, eu acredito que seja mesmo a melhor opção, já que São Lourenço tem um leque maior de acomodações e de restaurantes, o que pode facilitar sua vida.

Pense nas atrações que você quer visitar.

Vai se ater a São Lourenço? Pode fazer Parque das Águas pela manhã e Trem das Águas à tarde, com uma voltinha pela feirinha. Se a grana deixar, quem sabe um passeio de balão?

Nas outras cidades, seu objetivo é conhecer os parques das águas ou quer explorar as atrações mais desconhecidas também? Neste último caso, considere um dia para cada cidade.

Sugiro que você leia os posts sobre cada cidade do Circuito.

Nosso roteiro

Nós tínhamos cinco dias, que, na verdade, eram três inteiros, pois a gente não considera o da chegada e o da partida. Fizemos assim:

Dia 1 – chegamos em São Lourenço por volta das 17h, debaixo de chuva. Cansaço + chuva = preguicinha de sair. Ficamos na pousada mesmo e pedimos comida.

Dia 2 – São Lourenço. Após o café da manhã, fomos para o Parque das Águas. Fizemos um passeio bem calmo, almoçamos e saímos de lá umas 14h. Fomos ao teleférico, mas não estava funcionando. Demos uma volta na Aldeia Verde e na Feirart, feirinhas que ficam uma ao lado da outra. Fomos até Soledade de Minas para ver a estação de trem. Optamos por não andar no Trem das Águas (explicamos aqui), mas daria tempo para ir no mesmo dia, se tivéssemos demorado menos no Parque das Águas.

20141107_103326

Parque das Águas de São Lourenço

Dia 3 – Caxambu. Também após o café, fomos para Caxambu. Passamos a manhã no Parque das Águas, almoçamos lá perto, demos uma volta a pé na cidade e fomos até a igreja matriz. Voltamos à tardinha para São Lourenço. À noite, demos uma volta no Calçadão e comemos por lá.

IMG_3408

Parque das Águas de Caxambu

Está gostando do blog? Então, curta nossa página no Facebook!

Dia 4Lambari e Cambuquira. Tomamos café um pouco mais cedo e partimos para Lambari. Demos uma volta no lago, olhamos o cassino e o farol e espiamos, por fora mesmo, o parque municipal, ali nas proximidades do farol. Fomos para o Parque das Águas, que é pequeno, e ficamos ali uns 40 minutos, olhando o movimento – era o horário gratuito e a população ia buscar água mineral free. Saímos de lá e fomos para o Parque Estadual Nova Baden, onde, devido à ameaça de chuva, fizemos apenas uma trilha. Para mim, um lugar que merecia mais tempo é esse Parque. Vale passar um dia lá, percorrer todas as trilhas e fazer um piquenique. Almoçamos na estrada, no caminho para Cambuquira. Lá em Cambuquira, fomos para o Parque das Águas, onde ficamos mais ou menos uma hora e meia. De lá, partimos para o Pico do Piripau. Na volta para São Lourenço, passamos por Olímpio Noronha e Jesuânia, para vermos as cidades. Ainda deu tempo de tirar uma sonequinha antes de sairmos à noite.

20141109_111725

Parque das Águas de Lambari

Dia 5 – retorno. Neste dia, saímos depois do café, rumo à Beagá, pois a ideia era passar por dentro de Conceição do Rio Verde até chegar a São Thomé das Letras, para almoçarmos lá. Ficamos perdidos, o GPS jogou a gente no buraco, mas no fim tudo deu certo. Chegamos em São Thomé famintos, mas achamos o delicioso Restaurante da Sol e tudo ficou bem!

Foi aí que nós nos apaixonamos pela cidade de pedra e decidimos que voltaríamos para conhecê-la, tão logo fosse possível. E assim, no feriado seguinte, lá estávamos!

20141110_142420

São Thomé das Letras

E você, tem outras sugestões?

Compartilhe aqui nos comentários!

(Foto de abertura: Parques das Águas de São Lourenço, Caxambu, Lambari e Cambuquira)



Booking.com

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com um de nossos parceiros: Tiqets  ou Get Your Guide.   Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

2 comentários em “Roteiro para o Circuito das Águas do sul de Minas

  1. Oi Gê tudo bem?
    Gostaria de saber se hospedar em Sao Lourenço é a melhor opção ou se depois de ter ido, você sugeriria outra cidade para fazer de base ou quem sabe mais de uma cidade? Obrigada.

    • Oi, Juliana. Olha, quando eu voltar à região, pretendo me hospedar novamente em São Lourenço. Das que eu visitei, é a que tem mais opções tanto de acomodação, quanto de restaurantes.
      Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

Assine nossa newsletter

Receba um e-mail mensal com a relação dos posts publicados no mês e outras novidades!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA