Página inicial / Rio (Capital) / O que fazer em um fim de semana no Rio de Janeiro – nossa experiência com guia de turismo

O que fazer em um fim de semana no Rio de Janeiro – nossa experiência com guia de turismo

_MG_0146

Nós sempre quisemos visitar o Rio de Janeiro, especialmente para conhecer o Cristo Redentor e subir de bondinho até o Pão de Açúcar. Acompanhando o excelente Melhores Destinos, conseguimos uma superpromoção: passagens de ida e volta por R$98,00. A má notícia é que não teríamos folga nos nossos empregos, então tínhamos que fazer um roteiro em um fim de semana. Na verdade, o único dia inteiro que teríamos na cidade seria o sábado, já que chegaríamos na sexta-feira no começo da noite e retornaríamos no domingo à tarde. Sexta-feira seria dia perdido.

Aí começamos a pensar em como otimizar nosso tempo.

Vocês sabem que nós procuramos economizar bastante nas nossas viagens, usando o transporte público, por exemplo. Mas, no caso dessa viagem, com apenas um dia inteiro, isso talvez nos geraria transtornos, já que poderíamos ficar muito tempo esperando por ônibus/metrô (fim de semana, lembram?). Andar de táxi o dia inteiro de um ponto a outro ficaria bem caro, fora o risco de pegarmos um taxista desonesto que ficasse dando voltas com a gente. Aí começamos a cogitar contratar um guia. Primeiro fizemos vários orçamentos em agências de turismo que trabalhavam com excursão. Mas acabamos ficando desanimados devido ao roteiro engessado. Também começamos a ponderar que, em excursão o tempo determinado pela agência deve ser respeitado e, assim, poderíamos ter que ficar mais ou menos tempo que gostaríamos em determinado ponto.

Começamos a pesquisar, então, por tours privados, a partir desta lista aqui no Tripadvisor.

E agora, como escolher? Nossos critérios foram as avaliações do Tripadvisor, prontidão, presteza e clareza ao responder nossos e-mails e, lógico, preço.

E escolhemos o Júlio Batista (21- 99439-4144, site www.guidinginrio.com).

Devemos confessar que rolou um medinho. E se o cara fosse um mala? E se fosse daqueles guias metidos a comediantes? E se fosse invasivo, chato, apressadinho?

Mas ele não era nada disso! Aliás, desde o primeiro contato por e-mail, ele se mostrou superprestativo. Sanou todas as nossas dúvidas, nos ajudou a montar o roteiro, respondeu todos os contatos, por e-mail ou whatsapp. Contratamos seus serviços para o sábado. E foi muito bom porque não tínhamos que preocupar com ônibus, táxi, estacionamento, flanelinha, onde comer (ele já deu as dicas), além de termos alguém para bater fotos nossas sem ser selfie. 😉

Este é o Júlio

Além disso, “furamos as filas” no Cristo e no Pão de Açúcar. Já havíamos comprado os ingressos pela internet, é verdade, o que já adiantaria, mas não precisamos enfrentar fila para trocar o voucher da internet pelo ingresso propriamente dito, pois guia de turismo tem uma fila especial. E sem contar que o Júlio foi extremamente pontual, atencioso, simpático e discreto. Passava-nos informações e curiosidade sobre a cidade, mas sem ser pedante.

Nosso roteiro

Na sexta-feira, chegamos ao hotel à noite. Já cansados, pois havíamos trabalhado naquele dia, somente demos uma volta nas imediações do hotel e comemos em uma lanchonete ali perto.

No sábado, o Júlio nos pegou no hotel às 8h e fomos para o Corcovado. Ficamos lá em cima por cerca de uma hora, o suficiente para ver tudo com calma e fotografar, na medida do possível (estava muito cheio). Mas, não vou repetir, pois já contamos tudinho sobre lá aqui.

De lá, fomos para Santa Tereza, percorremos suas ruas e paramos para fotos. Conhecemos e conversamos um pouco com o Getúlio, um artesão mineiro que mora há mais de trinta anos no bairro e ganha a vida fazendo artesanato com sucata.

Vista em Santa Tereza

Vista em Santa Tereza

Ateliê e artesanato do Getúlio

Ateliê e artesanato do Getúlio

Fomos, então, para a Lapa, passamos pelos Arcos e paramos na Escadaria Selarón.

Arcos da Lapa

Arcos da Lapa

Depois, fomos até a Catedral Metropolitana de São Sebastião.

catedral metropolitana do rio catedral metropolitana do rio catedral metropolitana do rio catedral metropolitana do rio

Almoçamos em um restaurante self-service no bairro de Botafogo e depois partimos para o Pão de Açúcar, cujo relato você pode ler aqui.

O Júlio nos deixou no hotel por volta de 16h. Com cerca de oito horas, conseguimos passar nesses cinco pontos, o que seria bem difícil se tivéssemos que depender de transporte público.

No domingo, acordamos cedo e fomos para o Jardim Botânico de táxi. Chegamos lá quando o Jardim estava abrindo.

Depois, fomos para o Forte de Copacabana, onde encerramos o nosso passeio.

Contratar ou não guia de turismo no Rio?

Para estrangeiros eu diria que sim, vale muito a pena contratar guia. Para brasileiros, eu diria que depende. Não é um serviço essencial, mas, no nosso caso, por exemplo, que apenas demos uma fugida no fim de semana, tínhamos o tempo contadinho e o objetivo de conhecer os principais pontos turísticos, eu diria que ajudou bastante. Se você tem mais dias na cidade, pode montar um roteiro mais calmo, com um ponto turístico por dia, por exemplo. Assim, pode desfrutar das praias pela manhã e bater perna à tarde, sem muito compromisso com horário e contando com o transporte público.



Booking.com

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com um de nossos parceiros: Tiqets  ou Get Your Guide.   Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

2 comentários em “O que fazer em um fim de semana no Rio de Janeiro – nossa experiência com guia de turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

Assine nossa newsletter

Receba um e-mail mensal com a relação dos posts publicados no mês e outras novidades!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA