Página inicial / Brasil / Doze dias pelo sul do Brasil

Doze dias pelo sul do Brasil

capa

Acabamos de voltar das nossas férias. Quem nos segue no Instagram, acompanhou a nossa viagem pelo Rio Grande do Sul em tempo real. Sem contar o dia da chegada e o da partida, ficamos doze dias inteiros viajando pelo sul do Brasil. Vamos começar uma série de posts sobre os lugares pelos quais passamos, mas, por enquanto, se liga no nosso roteiro:

Dia 1 – BH – Porto Alegre → Chegamos à noite e apenas nos acomodamos no hotel e descansamos.

Dia 2 – Porto Alegre → Passeamos bastante a pé pelo Centro Histórico. À tardinha, fizemos o passeio de barco pelo Lago Guaíba, com direito a um belo pôr do sol. À noite, saímos para jantar.

Pôr do sol no Lago Guaíba

Pôr do sol no Lago Guaíba

Dia 3 – Porto Alegre → Era um domingo, e passamos a manhã no Parque Redenção e sua feirinha. À tarde, fomos ao Parque Moinhos de Vento e à rua Gonçalo de Carvalho. À noite, saimos novamente para jantar.

Dia 4 – Porto Alegre – Cambará do Sul → Nesse dia, dormimos até mais tarde, tomamos café no hotel e voltamos para o quarto, já que estava chovendo e queríamos pegar a estrada descansados. Fomos para o aeroporto e almoçamos por lá, para ganhar tempo. Ali alugamos um carro e fomos para Cambará do Sul. Chegamos debaixo de chuva forte, muita neblina e um frio de 2ºC. Só saimos para jantar.

Dia 5 – Cambará do Sul → Cânion do Itaimbezinho e à tarde uma voltinha pelo centro.

itaimbezinho

Dia 6 – Cambará do Sul → Cânion Fortaleza

canion

Dia 7 – Cambará do Sul – Três Coroas – Gramado → Dia de deixar Cambará. Levantamos mais tarde, ajeitamos as malas e fomos para Três Coroas, onde almoçamos e visitamos o Templo Budista. Depois, partimos para Gramado, onde chegamos sob chuva.

Templo Budista de Três Coroas

Templo Budista de Três Coroas

Dia 8 – Gramado → dia de chuva e neblina. Fizemos passeios de reconhecimento pela cidade.

Dia 9 – Canela → Fomos ao Super Carros, museu a caminho de Canela, e depois ao Mundo a Vapor. Andamos a pé pelo Centro e almoçamos. À tarde, fomos ao Parque Caracol e no retorno paramos no Castelinho Caracol.

canela 2

Dia 10 – Gramado → Mini Mundo, Lago Negro e mais passeio a pé pela cidade.

Catedral de Gramado

Catedral de Gramado

Dia 11 – Bento Gonçalves → fizemos o Caminhos de Pedra. Na volta, paramos em Nova Petrópolis para ver o Labirinto Verde.

Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves

Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves

Dia 12 – Gramado → passeios a pé, parada no Mirante Belvedere e visita a uma fábrica de chocolate. Fomos novamente a Canela para outra voltinha na cidade.

Dia 13 – Gramado – Porto Alegre → retornamos a Porto Alegre, devolvemos o carro e descansamos no hotel. À noite, saímos para despedir da comilança.

Dia 14 – Porto Alegre – Belo Horizonte → retorno pela manhã.

Algumas considerações:

  1. Nós fomos para Porto Alegre em um voo à noite e voltamos pela manhã porque era um voo promocional. Pagamos R$ 350,00 pelos quatro trechos, com as taxas inclusas, em plena segunda quinzena de julho e com voos diretos. Não me lembro mais quanto eram os outros voos, mas cogitamos voltar para BH no 13º dia, o mesmo da volta de Gramado, porém ficava bem mais barato pagar outra diária do que comprar passagem para o mesmo dia.
  2. Nós optamos por colocar Cambará antes de Gramado por ser a parte mais exaustiva da viagem, com trilhas quilométricas para percorrer. Aí Gramado se tornou o nosso lugar de descanso, onde fazíamos passeios mais leves.
  3. Eu já conhecia Gramado e região e, como o Guto não é ligado em vários passeios/atrações que ali são oferecidas, o roteiro ficou enxutinho, tornando-se a parte mais “slow” da viagem, e não contemplou lugares como a Aldeia do Papai Noel, o Alpen Park, o passeio de bondinho para ver a Cascata Caracol, o passeio de Maria Fumaça e o tour Uva e Vinho de Bento Gonçalves.
  4. Não, nós não colocamos o Snowland no roteiro! Não achamos que compensaria pagar cem reais por pessoa só para entrar, mais quarenta reais de aluguel de equipamento de esqui, mais aula de esqui, mais aluguel de guarda-volumes, mais um lanchinho… Gastaríamos cerca de 200 reais por pessoa para ver neve artificial. Não era uma necessidade para nós. Mas você deve avaliar se é para você e eu sugiro que leia outras opiniões sobre o parque aqui.

As fotos que usamos neste post foram do nosso Instagram. Se você ainda não nos segue, corre lá.

E continue nos acompanhando aqui no blog para ver as matérias sobre os lugares por onde passamos.

Compartilhe com seus amigos
Receba as novidades do blog no seu e-mail:  
Programando sua viagem?
Utilize nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso, mas a gente ganha uma pequena comissão. Se o blog te ajudou de alguma forma, é uma maneira de nos ajudar a mantê-lo.

Reserve hotéis no Booking: A maioria das acomodações não pede pré-pagamento e permite cancelamento gratuito.
Alugue um carro na Rentcars: Cote em dezenas de locadoras, parcele em até 12 vezes e pague em reais, mesmo para aluguel no exterior.
Compre Seguro Viagem com a Seguros Promo:  Compare preços e planos em mais de 10 seguradoras. Viaje com assistência médica e odontológica, seguro bagagem e atendimento 24h! Usando o código MINEIROS5 você tem 5% de desconto!
Compre ingressos e passeios com uma de nossas afiliadas Tiqets ou ou Ticketbar: Fuja da fila já chegando com seu ingresso na mão!
 

2 comentários em “Doze dias pelo sul do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites

RECEBA AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL

Inscreva-se na nossa newsletter! São só dois ou três e-mails por mês e não mandamos spam!
Seu Email
Secure and Spam free...
"Customized Theme" by: AZEVEDO.MEDIA